DeFi | Finanças Descentralizadas
(Decentralized Finance) Finanças Descentralizadas são a base do ecossistema Viralata Finance. DeFi é uma forma de investir/reservar valor que vai além da tradição dos bancos.
Essa nova modalidade de finanças surgiu por volta dos anos 2016/17 graças à aplicação de smart contracts na rede Ethereum. Desde então, muitas outras redes se tornaram compatíveis com smart contracts e o mercado está em franca expansão.
A premissa é simples: Não existe um órgão centralizador ou um único alguém com poder de tomada de decisão. O poder de processamento e decisão é coletivo, utilizando de redes altamente distribuídas e poderosos algoritmos de consenso para validação de uma transação.
O fim da necessidade de uma entidade intermediária estreita caminhos e remove barreiras em um mundo cada vez mais globalizado. As distâncias do dinheiro se encurtam e as barreiras burocráticas somem. Não é difícil encontrar artigos na internet afirmando que DeFi está fazendo uma revolução na economia global.
“DeFi may lead to a paradigm shift in the financial industry and potentially contribute toward a more robust, open, and transparent financial infrastructure.” - Federal Reserve Bank of St. Louis
(Tradução: "DeFi pode levar a uma mudança de paradigma na indústria financeira e contribuir potencialmente em direção ao uma infraestrutura financeira mais robusta, aberta e transparente", Federal Reserve Bank of St. Louis // Documento publicado em 05/02/2020, disponível nesse link)
Trazendo isso para a nossa realidade, era como se não fosse mais necessário um banco arbitrando se esse dinheiro de fato pertence a você ou não. Esse papel agora é realizado pela rede de servidores que compõe um blockchain. Essa rede, por sua vez, é montada com diferentes algoritmos e estratégias para evitar fraudes e ataques. A interação com smart contracts (contratos inteligentes) permite que investimentos, empréstimos e diferentes atividades financeiras sejam feitas entre você e uma lógica programada (contrato), sem depender de um intermediário consumindo taxas ou regulando o que pode ou não fazer.
No caso da REAU, o smart contract determina que 5% de toda transação sejam consumidos em taxa, sendo 2% redistribuídos proporcionalmente para todas as carteiras que possuem REAU. Especialmente no caso do REAU, nem a taxa do contrato pode ser alterada, fazendo com que o contrato para sempre funcione e possa ser comercializado. Esse contrato é operado por uma rede de validadores, hoje composta por mais de 21 nós que juntos possuem cerca de 12 milhões de BNBs em poder de voto (aprox. 18B de reais).
Mas nem tudo é perfeito no mundo DeFi. A descentralização e a falta de uma entidade reguladora/centralizada faz com que não exista muito para onde recorrer em casos de fraudes e erros. Por esse motivo, é sempre recomendado manter-se alerta e não realizar operações que não tenha certeza do que está fazendo. Caso vá se aventurar, arrisque sempre uma quantidade pequena até aprender o funcionamento.
Copy link